Representantes Comercial: Pr Gilmar (31) 98719-4997 Eng° Moysés | (31) 3827-2297 | (31) 9 8428-0590 valeonbrasil@gmail.com

Santana do Paraíso completa 28 anos de emancipação político-administrativa

Devido ao coronavírus, esse ano não serão realizadas atividades festivas, como ocorre em todos os anos, com shows e bolo de aniversário

Considerado um dos municípios mais novos do Vale do Aço, Santana do Paraíso completa 28 anos de emancipação político-administrativa nesta terça-feira (28). Ao longo desses anos, Santana do Paraíso teve um crescimento intenso na sua área urbana, por meio da formação de novos bairros e loteamentos residenciais.
A instalação de novas empresas e lojas no município também contribuiu para seu desenvolvimento econômico.
Os dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o município tem uma estimativa de 34.663 habitantes e tem o Produto Interno Bruto (PIB) per capita de R$ 14.932,67, além de um Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 0,685.
Alex Ferreira No fim do século XIX, o território de Santana do Paraíso recebia muitas caravanas de tropeiros História Conforme a história, o primeiro nome da cidade foi Taquaraçu, que homenageava um tipo de vegetação muito comum, e que significa “grande bambu”. No fim do século XIX, o local onde se construiu a cidade não passava de um ponto de tropeiros que faziam a rota ligando a região do Calado, atual Coronel Fabriciano, ao município de Ferros. As tropas, vindas geralmente de Antônio Dias, passavam pelo Calado e por Barra Alegre (atual distrito de Ipatinga) e, para seguir até o Achado, tinham que passar pelo então povoado de Taquaraçu, subindo a Serra do Chico Lucas e seguindo viagem em direção a Ferros.
A cachoeira do Engenho Velho, ou Taquaraçu, no centro da cidade, era a preferida pelos tropeiros para o seu descanso.
Ao longo dos anos as tropas foram aumentando, e a margem da cachoeira acabou se transformando num importante centro comercial. O território do atual município pertenceu antes à antiga Itabira do Mato Dentro (atual Itabira), e foi elevado a distrito em 1892. Já em 1923, o distrito foi anexado ao município de Mesquita, permanecendo nessa condição até a data de sua emancipação, 28 de abril de 1992.

Motivos para comemorar

Em entrevista ao Diário do Aço, a prefeita de Santana do Paraíso, Luzia de Melo, falou sobre essa data marcante, os desafios enfrentados e os avanços obtidos ao longo desses anos. Para Luzia de Melo, apesar do cenário causado pelo novo coronavírus (Covid-19), no qual há certa tensão e incertezas, a população do município tem motivos para celebrar o aniversário de Santana do Paraíso.
“Nós vamos comemorar 28 anos de emancipação político-administrativa e mesmo com esse problema do coronavírus temos grandes motivos para celebrar essa data.
A nossa cidade está crescendo cada vez mais e o nosso governo tem feito todos esforços possíveis em prol da população, mesmo diante das dificuldades financeiras, que eu encontrei quando assumi a gestão, conseguimos executar muitos projetos e obras, nos bairros Águas Claras, Industrial, Ipaba de Paraíso, São Francisco e dentre outros.
Outro motivo para comemorar é o nosso Plantão da Saúde na Unidade Básica de Saúde do Centro, um grande ganho para nossa cidade, que possibilitou os munícipes serem atendidos rapidamente aqui, sem ter que ficar na fila de espera de cidades vizinhas”, afirmou.
Planos A chefe do Executivo ainda destacou que há vários planos para a cidade, que incluem obras e reformas que deverão ser concluídas ainda nesse ano, em várias partes da cidade. “Temos muitas obras ainda em fase de desenvolvimento, dentre elas, uma na rua Águas Marinhas, que é uma via enorme, na qual várias pessoas têm enfrentado dificuldade para trafegar por ela, devido a sua condição estrutural. Tenho certeza que essa obra será uma grande conquista.
Vamos também terminar de fazer esse ano o Centro de Convivência para as pessoas da terceira idade, no bairro Josefino Anício dos Reis. Além disso, temos reformas nas escolas municipais que também vão ser concluídas nesse ano”, citou.
Reinvenção
Com o intuito de evitar a propagação do coronavírus, o comércio de Santana do Paraíso foi fechado no dia 21 de março e foi reaberto apenas no dia 1º deste mês, por meio de decreto municipal.
Com isso, os comerciantes sofreram um impacto financeiro, assim como em outras cidades Brasil afora. Diante disso, Luzia de Melo acredita que 2020 será um ano de reinvenção e superação na economia.
“Sem dúvidas, esse foi um ano bem diferenciado. Não esperávamos nada disso acontecer. Tanto a prefeitura quanto o comércio tiveram que se reinventar.
Percebemos que era possível fazer o trabalho de outra forma, no caso dos comerciantes, eles podiam investir mais nas vendas on-line e serviços de entrega.
Essas foram uma das alternativas encontradas. Portanto, todos terão que continuar se reinventando para superar essa crise”, salientou.

Medidas

Na entrevista, a prefeita também cintou as medidas preventivas adotadas pela administração para enfrentar a situação causada pelo coronavírus.
“Assim como implantamos o Plantão da Saúde, citado anteriormente, estendemos o horário de atendimento na Unidade Básica de Saúde do Centro para sábado e domingo, e também nos feriados.
Nas outras unidades de saúde, também estamos separando os atendimentos para as pessoas que estão com coronavírus e ampliamos o atendimento nessas unidades”, explicou. Outra medida adotada citada pela prefeita foi a criação de pontos de atendimentos para facilitar o cadastramento no auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal. “Colocamos pontos de apoio em vários bairros da cidade para auxiliar as famílias que não têm conhecimento sobre isso ou não sabem como receber esse recurso.
Deu muito certo esse projeto. Vimos que realmente era necessário. Outro projeto para enfrentar o coronavírus é o ‘Mãos que Cuidam’, que é uma iniciativa da prefeitura e de entidades para a confecção de máscaras que serão doadas para os grupos de risco, como idosos e pessoas com doença crônica”, ressaltou.
Atendimentos e aulas Segundo a prefeita, estão sendo oferecidos atendimentos, por telefone, de psicólogos e fonoaudiólogos a pessoas que estão de quarentena em casa.
“Esse é um momento difícil. Então esse apoio por telefone é fundamental. E se os profissionais perceberem que o paciente precisa do atendimento presencial, será feito dessa forma. Temos também professores da Educação Física que oferecem aulas on-line para o público da terceira idade para fazer exercícios em casa. Tudo isso para cuidar da saúde física e mental dos nossos munícipes durante esse período de quarentena”, disse.
Desafios Segundo Luzia de Melo, atualmente, o desafio de muitos prefeitos, especialmente em Santana do Paraíso, é a falta de recursos financeiros. “Passamos dificuldade nesse sentido, mas acredito que isso ocorre em muitas prefeituras.
Em relação aos repasses estaduais, estamos na expectativa de que o governador continue fazendo normalmente, já que até o momento ele está sendo fiel.
Portanto, passamos dificuldade nesse sentido, até porque tivemos que fazer mais investimentos nesse ano. Por exemplo, na saúde eu gastei mais da porcentagem obrigatória de 15% do orçamento.
Gastei 30% e nesse ano será ainda mais por causa desse problema do coronavírus. Além do plantão, fizemos contratação de mais médicos, técnicos e enfermeiros para ajudar no combate a pandemia”, salientou.
Sem festa Devido ao coronavírus, esse ano não serão realizadas atividades festivas, como ocorre em todos os anos, com shows e bolo de aniversário.
Conforme a prefeita, essa medida é necessária para preservar a saúde de todos. “Pensamos na saúde de cada paraisense, por isso não iremos fazer festa.
Mas vale ressaltar que o gasto financeiro que nós teríamos com as atividades festivas estamos investindo na saúde para que a população possa vencer essa pandemia.
Gostaríamos também que cada paraisense comemorasse em sua casa o aniversário da cidade, cuidando da sua família nesse momento.
Dessa forma, teremos a oportunidade de comemorar juntos muitos outros aniversários de Santana do Paraíso pela frente”, concluiu.

“O futuro pertence aos que assumem risco, não aos que buscam segurança. Quanto menos você busca segurança  e mais busca oportuinidade, mais segurança você terá.” – Brian Tracy

 

VALEON É TOP – UMA STARTUP MARKETPLACE DE IPATINGA-MG
Encontre Produtos, Profissionais e Serviços em toda região do
Valeo do Aço
App Android valeon

 

Encontre o que você procura!

Procurando produtos, profissionais ou serviços especializados?

show blocks helper

 8 total views,  1 views today

Compartilhe com sua rede!