Representantes Comercial: Pr Gilmar (31) 98719-4997 Eng° Moysés | (31) 3827-2297 | (31) 9 8428-0590 valeonbrasil@gmail.com

Coronel Fabriciano à beira de surto de dengue

No início deste mês, a administração municipal lançou uma campanha para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e da chikungunya

O prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinícius Bizarro (PSDB), voltou a chamar a atenção da população a respeito dos casos de dengue.
Ele afirmou que está mais preocupado com a doença do que com o coronavírus. Conforme dados da administração municipal, neste ano, Fabriciano teve 417 notificações de dengue e 256 foram confirmadas.
Já de chikungunya foram 152 notificações com oito confirmações. A zika teve um caso notificado e descartado. “Vejo um quadro preocupante, se considerarmos que a cada caso notificado de dengue, quatro não procuram o sistema de saúde.
Estamos falando de mais de 1.500 casos, está muito próximo de um surto. E de acordo com o tipo de vírus, que tem quatro subtipos, podemos ter dengue hemorrágica e muitas pessoas virem a óbito.
A diferença da dengue para o coronavírus é que ela não tem ‘preferência’ por uma classe de idade. A chikungunya tem gente que diz que ainda dói depois seis meses, mas dói o resto da vida, pois muda o nosso sistema imunitário.
Já a zica é deformante, já foi comprovado, vimos os diversos casos de microcefalia”, alerta o prefeito.
No início deste mês, a administração municipal lançou uma campanha para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e da chikungunya. Levantamentos feitos de janeiro a abril apontaram os bairros com maior infestação na cidade. Um pelotão de agentes munidos de sacos de lixo e luvas iniciou um mutirão de limpeza, recolhendo tudo que pode servir de criatório para o mosquito.
O objetivo da campanha é conscientizar a população de que além do coronavírus, é preciso ter preocupação com a dengue, que tem levado inúmeras pessoas à morte no Brasil. Prevenção A população deve evitar a proliferação do mosquito, eliminando água armazenada em pontos que podem se tornar possíveis criadouros.
Vasos de plantas, pneus, garrafas plásticas e até recipientes pequenos, como tampas de garrafas, podem conter larvas do mosquito.

VALEON É TOP – UMA STARTUP MARKETPLACE DE IPATINGA-MG
Encontre Produtos, Profissionais e Serviços em toda região do
Valeo do Aço
App Android valeon
“O futuro pertence aos que assumem risco, não aos que buscam segurança. Quanto menos você busca segurança  e mais busca oportuinidade, mais segurança você terá.” – Brian Tracy

Encontre o que você procura!

Procurando produtos, profissionais ou serviços especializados?

show blocks helper

 3 total views,  1 views today

Compartilhe com sua rede!