Representantes Comercial: Pr Gilmar (31) 98719-4997 Eng° Moysés | (31) 3827-2297 | (31) 9 8428-0590 valeonbrasil@gmail.com

5 atitudes simples que podem aumentar a
sua inteligência emocional

Estar mais consciente de seus sentimentos e ouvir mais
são algumas dicas que podem ser incorporadas no dia
a dia

A inteligência emocional é uma habilidade importante no mercado de trabalho. E o caminho para desenvolvê-la pode começar a ser trilhado a partir de atitudes simples incluídas na rotina.
Em artigo para a Fast Company, Harvey Deutschendorf, especialista em inteligência emocional, afirma que, embora qualquer mudança possa envolver comprometimento por um longo período, ações simples podem dar resultados imediatos. Essas iniciativas o ajudam a se sentir menos sobrecarregado e mais bem-sucedido no trabalho.
O autor elencou 5 maneiras de aumentar a inteligência emocional todos os dias, incluindo aspectos como ouvir mais e saber dar uma pausa antes de agir.
Confira, abaixo:
1. Torne-se mais consciente de seus sentimentos Para muitas pessoas, os sentimentos ficam no segundo plano. Para  combater isso, verifique ativamente como está se sentindo algumas vezes por dia. Você também pode separar um momento para usar palavras que descrevam seu estado emocional. Essa prática ajuda a aumentar a consciência de seus sentimentos e te dá mais controle. Como a inteligência
emocional é uma questão de gerenciamento de sentimentos, tornar-se consciente deles é um primeiro passo crucial.
2. Ouça mais
Ter inteligência emocional é construir conexões mais fortes com os outros.
E você pode fazer isso se tornando um ouvinte melhor. Na próxima vez em que estiver conversando com um colega de trabalho, em vez de ficar pensando em como vai responder, se esforce para se concentrar no que ele ou ela está te dizendo. Repita com suas próprias palavras e faça perguntas.
As pessoas estão tão acostumadas a não serem ouvidas que você ganhará o respeito delas simplesmente por escutar — mesmo que vocês não concordem.
3. Evite monólogos
Todos já passamos pela situação de estar conversando com uma pessoa que fala sobre algo que interessa apenas a ela mesma, como o que sonhou na noite anterior.
Quando conversar com alguém, pergunte-se se o tópico vai ser do interesse do interlocutor. Melhor do que isso, reserve tempo para perguntar sobre a vida dele. Na maioria dos casos, as pessoas gostam de falar de si mesmas.
Tente se lembrar de coisas que são importantes para a pessoa e inclua na conversa na próxima vez que a encontrar. Fazer isso criará o sentimento de que ela é importante para você, o que o ajudará a criar conexões mais
profundas.
4. Faça uma breve pausa quando necessário
Todos sentimos emoções poderosas em algum momento. Contudo, no caso da raiva, expressá-la de imediato pode nos colocar em problemas. Emoções poderosas vão diminuir rapidamente se você não agir sobre elas e esperar alguns segundos para se acalmar. Pode ser contando até 10 ou cantarolando uma música. Encontre algo que funcione para você e pratique quando sentir a raiva aumentando. Isso pode evitar que você faça ou diga algo de que pode se arrepender depois.
5. Revise o seu dia
Antes de dormir, examine brevemente as interações que teve no dia.
Considere o que deu certo e o que poderia ter sido melhor. Se você tentou algo diferente e funcionou, aproveite o sentimento de saber que você está no comando de seus sentimentos e ações. Se algo não deu certo, pense  como poderia ter lidado de maneira diferente com a situação. Tente outra coisa da próxima vez. Você também pode escolher um aspecto e trabalhar nela. Lembre-se de que qualquer progresso é uma vitória e vai te manter
na direção certa.
Se você usa uma dessas três frases, sua inteligência emocional está baixa
Frase nº 1: “Eu sei como você se sente”
Imagine a cena: você está explicando uma dificuldade ou um desafio que está enfrentando para um colega de trabalho. Talvez sua intenção seja só desabafar ou então buscar conselhos. Mas, após descrever a situação, a pessoa responde com um “eu sei como você se sente”.
A conversa pode parar por aí mesmo ou ele começa a falar sobre os próprios problemas, algo que provavelmente não tem nenhuma relevância para você no momento. De repente, o assunto passa a ser o outro, e não mais você.
A dica do autor é: não tente adivinhar como a outra pessoa se sente.
Frase n ° 2: “Você não pode apenas …?”
Agora, imagine outra cena: você está descrevendo uma situação que te incomoda, detalhadamente, com todas as suas nuances, e o seu ouvinte te interrompe com uma “solução”, sem ouvir o restante da história.
Porexemplo:
Sua história: “Eu tentei tanto perder esses últimos 10 quilos, mas nada funciona.”
A resposta: “Você não pode simplesmente cortar mais carboidratos durante o dia e parar de comer depois do pôr do sol?”
Você diz a si mesmo: se eu pudesse “apenas” fazê-lo, provavelmente faria.
Você não acha?
Frase n ° 3: “Oi, como está? Bem?”
Perguntar como alguém está é ruim? Dependendo da intenção, sim.
Murphy comenta que, em muitas ocasiões, o orador não quer realmente saber como você está, e já emenda um “bem” logo após a pergunta.
A pessoa já diz aquilo que quer ouvir, sem dar espaço para o outro falar a verdade.
Existem duas maneiras pelas quais as pessoas podem responder às outras em uma conversa. Com apoio, mantendo o foco da conversa no orador, ou com desdém, colocando o foco em si mesmos.
A Startup Valeon um Marketplace da região do Vale do Aço que se propõe a fazer uma conexão emocional entre as empresas e seus consumidores se esmera no atendimento com os seus clientes proporcionando conhecimento e agilidade na divulgação dos seus produtos na expectativa de bem servir à nossa comunidade empresarial
Site: https://valedoacoonline.com.br/ ou App Android
valeon
Contatos: Representantes Comercial: Pr. Gilmar (31) 98719-4997 / Engº./Prof. Moysés (31) 98428-0590 / Soc. Victor (31) 99265-6391

 

Encontre o que você procura!

Procurando produtos, profissionais ou serviços especializados?

show blocks helper

 1 total views,  1 views today

Compartilhe com sua rede!